O Maranhão tem liderança

0
112
Ficheiro:Carlos Brandão.jpg – Wikipédia, a enciclopédia livre
CARLOS BRANDÃO Vice-governador do Maranhão e Vice-presidente Nacional do Republicanos

Há situações difíceis, em que devemos parecer mais sólidos do que realmente somos. Acredito que nenhum ser humano passe pela vida sem, uma vez ou outra, enfrentar tipos diferentes de crise. E, quando ultrapassamos, saímos ainda mais fortes, experientes e preparados para novos enfrentamentos.

Diante do que estamos vivenciando, talvez o maior desafio mundial em mais de cem anos, minha certeza absoluta é a de que venceremos. Estamos todos nos reinventando neste período de isolamento social, onde muitos não podem nem mesmo beijar e abraçar seus entes queridos.

Eu, particularmente, mantenho, em Brasília, minha esposa e meus filhos; e, em São Luís, dona Heloísa (minha mãe, que faz parte do grupo de risco), em completa segurança. Desfrutaremos de momentos mais tranquilos em breve. E, assim, esperamos que todos ajam, conforme preconiza a Organização Mundial da Saúde (OMS) e os principais especialistas sanitários do mundo.

No Maranhão, seguiremos essa regra, enquanto esta for uma decisão de governo. Pelo valor que damos à vida, não abriremos mão de adotar medidas capazes de resguardar nossos cidadãos e cidadãs. Nisso, o governador Flávio Dino tem sido muito claro e preciso, como em toda a condução da luta contra a pandemia, no que diz respeito ao nosso estado. Como ele mesmo vem alertando: “seguiremos as diretrizes científicas, pelo tempo que for necessário”. O Maranhão não se renderá a achismos ou possíveis pressões.

O pulso firme do governador, a forma como mantém sua equipe sempre perto, coesa, motivada e a população informada, tem confirmado, ao Brasil, a máxima de que as crises forjam líderes. Diante da imensa dificuldade, que o Estado e a Nação enfrentam, Flávio tem demonstrado resiliência, criatividade e, sobretudo, proatividade. Qualidades que têm faltado na esfera federal, com raras exceções de alguns ministros que vêm seguindo critérios técnicos para tentar conter a evolução da Covid-19 em nosso país. É crucial não sobrecarregarmos nosso sistema público de saúde. É fundamental que sigamos as experiências em prática no resto do mundo, que não estava preparado para um inimigo tão devastador.

Em tempos de tribulações, os modelos normais de governança se desfazem; as práticas usuais são postas em discussão. Devemos buscar maneiras de nos adaptar rapidamente ao novo cenário para alcançar objetivos de maneiras criativas e novas, com olhos bem abertos para o crescimento pós-crise. E, conservando o sentimento de humanidade.
Particularmente, vejo essa como sendo uma das principais qualidades do novo líder.

Alguém que conduza; que transpire e inspire. Não alguém que surja por acaso, mas que mostre estar preparado tão logo seja posto à prova pelo imponderável. Seja na tomada de decisões; seja nas atitudes que indicam seu nível de identidade com as pessoas. Não se trata de política e, sim, de respeito ao ser humano. Por isso, ressalto aqui a palavra que guia nosso governo desde o início: dignidade. É disso que se trata.

Certa vez, li algo interessante que dizia: “Toda crise é necessária para nascer um líder”. Talvez a frase não seja tão exata. Mas, não discordo de que os líderes ganham corpo em momentos de tensão. Aqui, seguimos sob a batuta de alguém que se mostra líder em sua essência, trazendo o time para essa consciência, jogando limpo, ajudando a criar mais conexão e proximidade com as pessoas. Sem pânico ou agressividade, apenas sendo assertivos. Apenas dando à vida a oportunidade de continuar seu curso.

A forma como o processo é liderado em nossas terras, nos faz buscar soluções juntos e aprender juntos. E essa é uma visão de alguém com experiência suficiente em gestão. Toda crise acaba. E, da maneira como a enfrentamos, aos olhos do Brasil, acredito que o Maranhão sairá ainda mais forte.

Afinal, à frente das ações, temos alguém que consolida, renova e reforça sua liderança a cada dia que passa, gerando novas ideias que nos desafiam a sempre fazer o melhor pelo Maranhão e por sua gente.

 

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação