Goleiro do Sport faz vaquinha de luvas e camisas para ajudar na limpeza das praias do Nordeste

0
152

Nos últimos dias, a população brasileira está chocada com a quantidade de praias afetadas com manchas de óleo que causam malefícios à saúde humana e as espécies marinhas. Um dos estados mais atingidos foi o de Pernambucano, onde pelo menos 10 praias já registram fragmentos do resíduo no mar, areia e pedras.

Diversos clubes nordestinos tem realizado ações para chamar atenção do planeta para o grave problema. Titular do Sport nas últimas duas partidas da Série B, o goleiro Luan Polli também resolveu fazer a sua parte. No sucesso de ontem (quarta-feira), por 2×1, contra o Paraná, no estádio da Ilha do Retiro, o arqueiro atuou com luvas pretas em referência ao óleo. A ideia surgiu antes da partida.

“Estava concentrado para o jogo vendo algumas matérias de televisão e lendo outras na internet. Conversei com outros colegas do clube e resolvemos ter essa atitude de eu jogar com a luva preta. Depois, conversando com a minha esposa (Ellen), tivemos outra iniciativa que foi de fazer uma vaquinha na internet sorteando a luva e a camisa que utilizei no jogo autografada por todo elenco”, declarou o camisa 27.

Os interessados em participar do sorteio já podem participar através do endereço: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/limpeza-das-praias-de-pe

A intenção é arrecadar R$ 1.000,00 (mil reais) e repassar esse valor aos projetos: Salve Maracaípe e Movimento Pernambuco Sem Lixo. “Quero ajudar de alguma forma. Espero que as pessoas se sensibilizem. Existem muitas pessoas ajudando nesta causa e muitos dependem das praias pernambucanas em boas condições, seja para o turismo ou para pesca”, ressaltou o goleiro de 26 anos.

Em relação ao futebol, Luan Polli comemora a oportunidade que vem tendo nos últimos jogos do Sport. Diante do Brasil de Pelotas, fora de casa, não foi vazado e contra o Paraná fez belas intervenções que garantiram a vitória do Leão pernambucano. O rubro-negro é vice-líder da Série B com 56 pontos e a cada rodada se aproxima do acesso à elite do futebol brasileiro.

“Desde que cheguei ao Sport sempre almejei essa oportunidade. Trabalhei quietinho, com muita humildade, respeitando todos e não passando por cima de ninguém. Lógico que estava ansioso por essa sequência, mas tinha que manter a tranquilidade para quando a oportunidade surgisse eu pudesse corresponder da melhor maneira e foi o que aconteceu nesses dois jogos. Só tenho que agradecer a confiança do técnico Guto Ferreira e do preparador de goleiros Júnior Matos. Vamos em busca deste acesso e, quem sabe, coroar o ano de 2019 com o título da Série B”, finalizou.

(Divulgação/AV Assessoria de Imprensa e Anderson Stevens/Sport)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação